o BUM-da antimoda

A antimoda é tanto uma resposta grosseira ao consumismo, às grifes famosas e requisitadas, às passarelas e ao capitalismo, como também ao uso de peles, ao clichê e à vulgaridade toda que envolve o mundo da moda.
Não é preciso gastar fortunas para se vestir. Não é a roupa que traz felicidade. Não é a roupa que traz amor. E muitas vezes a roupa nem sequer traz conforto.
Procurei por antimoda no google, só achei banalidades.
Como eu não conheço ninguém que seja mais antimoda que eu, resolvi fazer um blog sobre os incríveis looks que chamam muito mais atenção pela ousadia do que pela etiqueta.
Aqui não tem moda, aqui tem estilo!

sábado, 8 de junho de 2013

A Magia da Anilina

Estou devendo uma matéria sobre como colorir os cabelos com cores exóticas. Vou tentar ser o mais sucinta possível.

Você sempre pode comprar tintas importadas e gastar uma grana. Mas essa não é minha intenção. Porque o faça-você-mesmo sempre dá maior prazer no final.
A anilina tem vantagens e desvantagens. As vantagens são as cores fortes, o baixo custo, o faça-você-mesmo. As desvantagens são o ressecamento(da descoloração obrigatória), o rápido desbotamento e as manchas de tinta na pele que demoram a sair por completo.

Primeiramente, defina a cor, e saiba que não é um processo rápido em que você vai conseguir a cor que você quer de primeira. Tenha paciência, faz parte do processo.




Do que você vai precisar:
1 ou dois saquinhos de descolorante em pó (dependendo do tamanho do seu cabelo)
1 potinho de água oxigenada vol.30 ou 40 (respectivamente, dependendo se você é loura ou morena)
1 ou 2 potinhos de anilina em pó para madeira na cor que você desejar (dependendo do tamanho do seu cabelo)
creme para cabelo sem enxágue (não importa a marca, importante é ser BRANCO)
luvas descartáveis
1 pote para misturar tinta
roupa velha para vestir enquanto pinta
pincel chato para aplicação de tinta (opcional)



A anilina para madeira (nem tente usar a comestível!!!) você pode comprar em papelarias ou casas para artesanato. Grandes casas como Casa Cruz ou Casa Reis ou mesmo a Caçula, costumam ter mais opções de cores do que as papelarias pequenas, que se reservam às cores básicas. O restante você pode comprar em qualquer farmácia.

Pode usar descolorante à vontade, é importante que você deixe seu cabelo o mais próximo possível do branco. Não caia nessa de que "eu já sou loura, não preciso descolorir", precisa sim. Se não você vai passar o azul e seu cabelo vai ficar verde. Ou então não vai pegar a cor direito.

Siga as instruções do pó descolorante. Aconselho aquele com Aloe Vera ou Camomila, que é pra não haver muito mais desgaste que o necessário.

Quando seu cabelo estiver mais ou menos assim, é hora de lavar e secar. Agora vamos começar a fazer sujeira de verdade. :)

(só que ele não vai parecer tão bonito)


Vista sua roupa velha à espera de ser manchada e vamos preparar a tinta:
coloque, num potinho, tanto creme de cabelo quanto achar que é preciso para cobrir seu cabelo inteiro. Vá misturando a anilina aos poucos. Não economize. É sempre bom ter mais do que você precisa de início, porque dá pra você fazer retoques depois. Não se preocupe com ficar muito escuro ou muito claro. A COR QUE VOCÊ VÊ NÃO É A QUE VAI FICAR. Preocupe-se, apenas, em misturar bem para desbelotar a anilina completamente. Use a quantidade que achar necessário. (Para sua referência: eu, com cabelo curto, usava, em média, meio potinho.)


 (use potinho descartável)

Agora é hora de botar a mão na massa. Se ainda não tiver colocado, coloque as luvas. Logo, você vai perceber que anilina não sai com sabão. Pode usar um creme hidratante para ajudar a não manchar tanto a pele. (Vai manchar de qualquer jeito, acostume-se com isso.) Separe as mechas e comece a aplicar da raiz para as pontas. Com anilina não tem essa de "tempo de puxar a tinta", a ação dela é diferente, imagine que você está pintando uma caixinha de madeira, tente usar a mesma quantidade em todas as partes. Algumas pessoas gostam de usar o pincel para aplicação. Eu uso apenas no começo, para não fazer muita sujeira no banheiro, depois eu vou aplicando com a mão mesmo.
Certifique-se de ter passado na raiz, nas pontas, do outro lado do fio, em cima, em baixo, por todos os lados. Não que você não possa retocar depois. Mas sempre existe a possibilidade de que o retoque fique mais claro ou mais escuro, por instabilidade da anilina mesmo.
Quando achar que já passou o bastante, passe mais um pouco. É pra ficar melecado. É pra ficar exagerado. Coloque seu cabelo pra cima (não use bico de pato nem nada, apenas faça um coque - ou algo parecido - com o próprio cabelo e deixe que o grude da anilina segure ele pra você.) Tenha as luvas à mão (eu sempre fico com uma luva) para, se ele desmoronar, você poder colocá-lo de volta no lugar.


(foto da internetê)


Agora é tempo de esperar. Como já dizia Einstein, o tempo é relativo. Espero que você tenha horas de sobra. Eu, geralmente, espero 2 horas apenas por precaução de não ter que fazer todo o trabalho de novo. (Vocês não acreditam como eu sou precavida!) É claro que não há necessidade de ficar esperando esse tempo todo, depois que a tinta seca completamente você já pode lavar. Mas, atenção: a parte de cima vai secar muito mais rápido que as entranhas do seu cabelo. Em outras palavras, você pode lavar quando estiver sentindo que seu cabelo virou pedra.

Durante o banho, você vai passar o shampoo umas duas vezes até a água sair límpida. (Vai sair MUITA tinta, não se preocupe, é assim mesmo.) Não esqueça o condicionador, mesmo que você não use regularmente - mas, devia - porque isso resseca bastante.

Depois é só ir pra galera!








Quer uma dica?
Para tirar as manchas da pele, use cinza de cigarro. (!!!) É, eu sei, mas funciona.
Para dormir nas primeiras noites, use uma toalha velha envolvendo o travesseiro, porque ainda vai manchar.



Considerações finais: o tempo de duração da anilina no seu cabelo vai depender do tipo de cabelo que você tem e da quantidade de lavagens. Prepare-se para ficar o máximo de tempo que você já ficou na vida sem lavar o cabelo (porque você não vai querer que a tinta saia facinho, né?)




Fique de olho: produtos com álcool não fazem bem pro cabelo, ainda mais se ele estiver ressecado de uma descoloração seguida de pintura com anilina. Evite usar esses produtos enquanto estiver com os fios coloridos. Alguns produtos desbotam o cabelo mais rápido. NUNCA use sabonete para lavar a cuca.
O condicionador é seu aliado contra o ressecamento. Sempre que for lavar, passe o condicionador. Não adianta nada ter um cabelo multifodacolorido e quebradofail.


(Circo Voador - 2009)


Este foi o tutorial para colorir o cabelo com anilina. Qualquer dúvida que você tenha, pode mandar um email para isa.blue@bol.com.br
Eu aprendi a colorir em tutoriais da internet mas, principalmente, fazendo. Se você não fizer, nunca vai saber se ficaria legal. Por isso, tente. Cabelo cresce de novo. ;) Divirta-se!



Um comentário:

  1. Da hora eu fiz na minha franja e ficou lindoooo u.U

    ResponderExcluir